Como funciona o Bolsa Família

calendario bolsa familia 2019O Bolsa Família é o responsável por aumentar a renda de vários brasileiros, sendo fornecido pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Funcionando há mais de dez anos, são milhares de pessoas beneficiadas, sacando mensalmente valores variados na Caixa Econômica Federal e tendo vantagens como isenção em vestibulares e em concursos públicos.

Esse é um benefício sem validade, o que quer dizer que a família pode receber o auxílio por muitos anos, até que seu quadro financeiro esteja mais estável.

Entretanto, há chances de as pessoas terem seu Bolsa Família cortado se não obedecerem totalmente ao regulamento do programa.

Para receberem esse benefício, as famílias têm de integrar o Cadastro Único, que também serve para várias outras iniciativas do Ministério do Desenvolvimento Social.

O valor básico do benefício é de R$ 89,00, mas os cidadãos podem receber bem mais por mês se a sua casa tiver pessoas que estão amamentando, crianças com até 15 anos, grávidas e também adolescentes com 16 ou 17 anos.

Critérios para receber o Bolsa Família

O Bolsa Família é permitido àqueles que têm até R$ 178,00 como renda per capita. Para os benefícios variáveis, é necessário comprovar que a residência comporta pessoas nas condições acima: nutrizes, crianças de até 15 anos, grávidas e adolescentes de 16 ou 17 anos.

Quando o benefício social é permitido, existem algumas regras para que ele não seja cancelado, incluindo ter cadastro atualizado no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e manter os estudantes com boa frequência na escola.

Também é necessário que as mulheres da família sejam regularmente examinadas, inclusive as que não são gestantes ou nutrizes.

Quem tem 18 anos pode receber Bolsa Família?

Na realidade, quem recebe o Bolsa Família não é o jovem em si, mas a família: o fato de ter uma pessoa maior de idade não impede a concessão do benefício, desde que ele seja o básico: benefício variável não é possível porque é dado aos adolescentes de até 17 anos.

Se esse jovem tiver um emprego registrado, terá de levar o holerite, junto às demais rendas da casa: a renda per capita continua precisando ser de até R$ 178,00.

Cadastro Bolsa Família

Para realizar o cadastro, deve-se ir ao CRAS com os documentos dos familiares: certidões de casamento ou nascimento, comprovante de renda, comprovante de residência, documento de identidade de todos, comprovante de matrícula escolar (para quem ainda é aluno, etc).

Para as famílias que vão solicitar os benefícios variáveis, deve-se ter os comprovantes de gravidez ou de parto recente (se forem gestantes ou nutrizes).

O Centro de Referência em Assistência Social vai comunicar os demais documentos que sejam necessários e fará o pedido ao Ministério do Desenvolvimento Social, que o analisará por até três meses.

Se o Bolsa Família for permitido, a pessoa terá de buscar a Caixa Econômica Federal para se informar sobre a emissão do Cartão Cidadão.

Ressalta-se que os depósitos são organizados considerando o calendário bolsa familia 2019 e o algarismo final do Número de Identificação Social (NIS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *