Atendimentos oferecidos pelo SUS

O Sistema Único de Saúde, ou SUS, como é popularmente conhecido, foi criado com o intuito de oferecer um serviço de saúde grátis e com qualidade a todos os Brasileiros.

O SUS foi criado no ano de 1988 pela constituição federal. Com os dizeres “ A saúde é direito de todos e dever do Estado”, o SUS nasceu.

O SUS é uma parceria entre o ministério da Saúde, Estado e Município. Cada membro é responsável por exercer sua parte na melhoria da saúde pública e no atendimento ao público.

Princípios do SUS

O SUS é regido por três princípios que formam a excelência em seu atendimento. Os princípios são Universalização, Equidade e Integralidade.

  • Universalização é o princípio que garante o atendimento de qualidade a todo o tipo de pessoas, independentemente de sua, cor, sexo ou nacionalidade;
  • Equidade é o princípio que promove o tratamento da desigualdade com a igualdade. Isso significa que o SUS deve tratar todos os desiguais com respeito e dignidade, como é o caso de moradores de rua, por exemplo;
  • Integralidade é atender todas as necessidades que a população possui em termos de saúde.

Como o SUS é organizado hierarquicamente

O SUS é organizado com a responsabilidade de ter suas unidades nos locais mais carentes de atendimento e em lugares com focos epidemiológicos, como nos locais afetados pela dengue, zika e outras doenças.

Apesar de ser uma iniciativa de 3 poderes, o município tem plenos poderes e condições para gerenciar o SUS.

Também temos a participação da população na hora de decidir melhorias importantes. A participação se dá por meio de um conselho popular, mas que quase ninguém sabe que este conselho existe e que pode se candidatar a participar.

Quais são os atendimentos oferecidos pelo SUS

O SUS é um serviço completo e em sua composição há atendimento médico de qualidade, com médicos de diversas especialidades, cirurgias, tratamentos odontológicos, psicologia, partos, e muitos outros tratamentos.

O tratamento de dentista SUS é de graça e realiza reparos dentários, cirurgias necessárias, e alguns outros serviços.

No SUS também é possível encontrar terapias alternativas como a Ioga, massagens, acupuntura, entre outras.

Muitos não sabem, mas há um banco de leite no SUS. O atendimento visa alimentar recém-nascidos e crianças pequenas que ainda amamentam e que suas mães não conseguem produzir leite suficiente.

O SUS também oferece o serviço de prevenção à concepção, o SUS coloca o DIU de cobre nas mulheres que assim desejar. A taxa de eficiência do método é uma das mais altas que existem, mais seguro que muitos outros métodos.

Também é possível encontrar a cirurgia de transição de gênero. Pessoas que desejam mudar de sexo. O Serviço é feito com muita discrição e sem preconceitos.

E para mulheres vítimas de violência física, o SUS oferece a cirurgia de reparação de danos estéticos e reconstrução de membros e partes que foram dilaceradas por violência.

Além destes serviços, o SUS também oferece aplicações de vacinas e retirada de remédios gratuitos mediante apresentação de receita médica.

Procure a unidade do SUS mais próxima de você através do ministério municipal da saúde, em seus sites oficiais. Basta pesquisar no Google os termos: “onde ser atendido pelo SUS na minha cidade”.

O que é candidíase?

remedio para candidiase

Candidíase é uma infecção causada pelo fungo Candida, que pode atacar diversas regiões do corpo, como o órgão genital feminins, sendo o mais comum dos casos, mas também podendo se desenvolver na boca, pele, órgão genital masculino, unhas, garganta e corrente sanguínea.

O fungo causador da doença é o CandidaAlbicans, sendo responsável por cerca de 80% dos casos, porém, ele não é o único que pode causar a doença nos seres humanos. Para combater o fungo, os médicos receitam remedio para candidíase.

Tipos de candidíase

Ao todo, são catalogados 4 tipos de candidíase:

Candidíase Vaginal: é a forma mais comum da doença, e acomete as mulheres que estão com o sistema imunológico fragilizado ou com a flora vaginal desequilibrada.

Candidíase Peniana: compara a candidíase vaginal, a candidíase peniana não é tão comum, pode se desenvolver em virtude do sistema imunológico fraco, diabetes ou higiene precária. É importante lembrar que o fato de não ser um tipo tão comum, não diminui a necessidade de tratamento da doença.

Candidíase Oral: esse tipo da doença, é caracterizada pela aparição de aftas na boca, e na dificuldade do paciente em engolir, ataca um variado que vai desde crianças até os idosos. Vale lembrar que adultos também são vítimas, não somente pelo sistema imunológico fraco, mas como também através do contato íntimo sem proteção.

Candidíase de Esôfago: entre os tipos listados, provavelmente seja o mais raro, se desenvolvendo no organismo do paciente em virtude de um sistema imunológico fragilizado. Acomete principalmente vítimas de doenças como Aids e câncer. Também pode ocorrer em idosos e em crianças, porém apenas em crianças que apresentem sistema imunológico debilitado.

Candidíase na Pele: se manifesta na pele do indivíduo, mediante atrito entre peles, causando pequenas lesões que surgem em ambiente propício para a proliferação de fungos e bactérias.

Candidíase Invasiva: nesse tipo de infecção, ela afeta a corrente sanguínea e atacada principalmente pessoas com um sistema imunológico fragilizado, pode ocorrer em bebês recém-nascidos.

Causas da candidíase

O principal causador da candidíase vaginal, se deve ao desequilíbrio do fungo no organismo da mulher, uma vez que ele já existe no organismo da mulher, porém em pequenas quantidades.

Outro fator que pode contribuir para o aparecimento da candidíase, é o ambiente propício para o desenvolvimento dos fungos e bactérias, como ambientes quentes e úmidos. Nesses casos, é comum aparecer a doenças em regiões de dobra de pele.

Por fim, o surgimento da doença também pode se dar ao sistema imunológico debilitado, sendo mais comum em crianças, idosos ou pessoas portadoras de doenças graves como Aids ou câncer.

A relação do sexo e a candidíase

Atualmente, a candidíase não é considerada uma doença sexualmente transmissível, desse modo, pessoas que nunca se relacionaram sexualmente também estão suscetíveis à doença.

Em algumas pessoas, em decorrência da fauna genital desequilibrada e um sistema imunológico fragilizado, a candidíase pode se desenvolver após o ato sexual, por isso é preferível que o paciente que sofre com a doença, permaneça em abstinência de sexo durante o tratamento da doença.

Benefícios da Maca Peruana em mulheres

A Maca Peruana é um tubérculo da região dos Andes, no Peru. Utilizada há mais de dois mil anos pelo povo nativo, a Maca Peruana recentemente chamou atenção do mundo inteiro.

Inicialmente, sua fama se deu devido a um dos seus benefícios especificamente, a capacidade de ajudar com a impotência sexual masculina.

Mesmo assim, ela não está destinada apenas ao uso masculino, a maca peruana para mulher tem mostrado inúmeros benefícios, afinal, é rica em minerais, vitaminas e compostos antioxidantes.

Também possui compostos anti-inflamatórios, reguladores do sistema endócrino e propriedades energéticas. Se você ficou curiosa para saber mais sobre a Maca Peruana e seus benefícios nas mulheres, continue lendo a matéria.

Ajuda na TPM

Qual a mulher nunca passou por uma TPM? A tensão pré menstrual, quando não tratada, pode trazer inúmeros desconfortos para a mulher durante aquele período.

A Maca Peruana atua aliviando os sintomas mais populares da TPM, pois regulariza os hormônios, estabiliza as irregularidades e traz a sensação de bem estar.

Então ao utilizar a Maca Peruana durante a TPM, dê adeus ao estresse, a irritabilidade, a ansiedade e mal-estar.

Ajuda na Menopausa

Se há algo pior do que a TPM, com certeza é a menopausa. Na menopausa, o estrogênio despenca e a Maca Peruana atua no corpo da mulher trazendo um equilíbrio hormonal e por isso alivia sintomas da menopausa como o suor noturno e o calor.

Esse equilíbrio traz a mulher aumento na libido, uma melhora na pressão arterial, além de diminuir os sintomas emocionais da pós-menopausa como a ansiedade e depressão.

Ajuda na Fertilidade

A Maca Peruana atua diretamente no equilíbrio hormonal e por isso é correto dizer que ela aumenta a fertilidade da mulher. Além de diminuir a mortalidade dos embriões, a Maca Peruana  aumenta a produção de hormônios da glândula pituitária.

Ajuda no controle de diabetes

A Maca Peruana possui uma grande quantidade de fibras na sua composição, e por isso diminui a absorção de glicose no organismo.

Quando consumida regularmente, a Maca Peruana inibe uma enzima associada a doenças crônicas como a diabetes tipo 2. Desta forma, ao utilizar a Maca Peruana regularmente, o corpo não libera mais altos níveis de insulina no organismo.

Ajuda a emagrecer

A Maca Peruana fornece fibras e carboidratos que trazem a pessoa uma maior sensação de saciedade.

Para quem deseja emagrecer, utilizar a Maca Peruana é uma ótima dica, afinal, além de diminuir a sensação de fome, também auxilia no funcionamento do intestino, o que evita desconfortos e inchaços.

Ajuda na Imunidade

A Maca Peruana é rica em vitaminas do complexo B e C, zinco, magnésio, ferro, cálcio e fósforo.

Devido a sua riqueza de nutrientes, a Maca Peruana aumenta os níveis de antioxidantes no organismo, além disso, proporciona um equilíbrio imunológico ao corpo.

Ajuda o coração

A Maca Peruana é um grande aliado para o coração, o consumo regular do tubérculo regula o colesterol ruim (LDL) e aumenta o colesterol bom.

Além disso, também diminui a hipertensão e tem efeito vasodilatador devido ao ômega 3 em sua composição.

Apneia do Sono: Pouca gente sabe que tem!

Olá, hoje, eu vim conversar com vocês sobre um assunto ultra importante que é Apneia do Sono.

Hoje, ela é considerada um problema que afeta o corpo todo e tem consequências no longo prazo que são muito sérias! E a maior parte das pessoas que têm, nem desconfia!

O principal sintoma é a sonolência durante o dia, chamada a sonolência diurna. E por que acontece isto? Durante o sono a pessoa que têm apneia, ela tem um fluxo de ar que vai para os pulmões interrompidos várias vezes por hora.

Às vezes, chega dezenas de vezes por hora! E com esse fluxo diário interrompido, o oxigênio no corpo cai e o cérebro entende isso como uma super emergência!

E dá o alarme para fazer a pessoa respirar! Lógico! O cérebro foi projetado há milhões de anos para fazer a gente sobreviver. E, a falta de oxigênio é uma mega emergência!

E, ele lança o alarme através de substâncias no sangue da gente. Substâncias químicas que incluem hormônios de estresse. Você pode ler mais sobre Stop Ronco Reclame Aqui.

Agora imagina essa mega emergência acontecendo dezenas de vezes por hora, todas as noites, por décadas a fio!

O pobre do cérebro não tem descanso, nessa situação, com essa balbúrdia toda no corpo durante a noite! A primeira consequência é que o sono fica muito fragmentado e, ele não é
reparador.

Mas, o que é grave mesmo, é o tanto que o oxigênio cai multiplicado pelo número de vezes que isso acontece todas as noites.

Agora, o que você precisa saber é que tudo isso acontece enquanto a pessoa está dormindo. Ela não sente nada, nada, nada! E, muitas vezes, até duvida do diagnóstico!

Eu lembro que um dos casos mais graves de apneia do sono que eu já atendi na minha vida, foi um senhor que ele jurava que ele dormia muito bem!

Ele dizia: “Esse exame deve estar errado! Eu durmo muito bem! Eu tenho certeza que eu durmo muito bem todas as noites!

E era um caso gravíssimo porque o Oxigênio descia, descia a cada apneia. E ele fazia muitas e muitas apneias. Então, eu estava falando que esse alarme do cérebro é disparado
com a pessoa dormindo.

E, na maior parte das vezes, ela não sente nada! Só que esses alarmes que são esses hormônios de estresse, no longo prazo, eles provocam consequências muito sérias no corpo!

O aumento do risco de infarto, do risco de AVC, do risco de diabetes, problemas de memória, problemas de concentração, aumento do risco de arritmias cardíacas, aumento do risco de acidentes!

Saiba mais sobre o Stop Ronco Preço aqui!

Como saber se tenho apneia do sono?

Bom, então, quando é que a gente deve desconfiar que têm apneia do sono? Principalmente, quando existe sonolência diurna. Aquele sono incontrolável durante o dia.

E, quando tem dificuldade de concentração, principalmente de manhã. Acorda assim, com o cérebro meio confuso.

E aí, logicamente, é o que é clássico a gente lembrar de apneia, quando a pessoa tem história de roncos muito altos ou então, ela está muito acima do peso e ronca muito.

Mas, eu quero dizer que esses dois fatores, eles não são uma regra. Lógico, a gente tem que pensar em apneia, mas isso não é uma regra.

Eu tenho pacientes que não têm excesso de peso e têm apneia e eu tenho até a pacientes que não roncam e, também têm apneia. Então, o desafio, o olho vivo, tem que ser no diagnóstico!

Como é feito o diagnóstico de apneia do sono?

Como é feito o diagnóstico? É através do exame de sono, a polissonografia, que é a única forma segura de fazer o diagnóstico.

E, se a pessoa tiver efetivamente apneia do sono, a polissonografia, ela avalia a gravidade, avalia o número de vezes que a apneia acontece por hora e avalia a alteração do nível de oxigênio no sangue, que acontece em cada apneia.

E existem várias formas de tratamento que são efetivas. Mas, o principal é fazer o diagnóstico! Muita gente com apneias graves, nem desconfiam e, portanto, nem levam o problema ao médico.

A gente chega a pensar que 85 a 90% das pessoas que têm apneia, elas estão sem diagnóstico e, portanto, sem tratamento.

Então, olho vivo, tá? Se você souber de alguém que possa ter isso, compartilhe esse artigo e, se você quiser aprofundar um pouquinho mais esse assunto, acompanhe o nosso blog.

O que causa disfunção erétil?

A disfunção erétil é um diagnóstico recebido por homens de várias idades, principalmente pelos que já passaram dos 40 anos.

Conhecida como impotência sexual também, é uma condição que afeta muito a autoestima masculina e que pode ser causada por problemas psicológicos ou por distúrbios físicos, tendo cura em ambos os casos, seja com tratamentos convencionais ou com cápsulas como xtrasize onde comprar.

Por falar em cápsulas, elas têm sido cada vez mais utilizadas pelos homens que desejam contornar esse problema incômodo, e você pode ver um depoimento falando sobre as vantagens desses suplementos neste link: https://www.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=S5ZnlTSl5K8.

Em que consiste a disfunção erétil?

xtrasize funciona

Ela consiste na dificuldade de o homem ter uma ereção: por mais que ele esteja excitado e que a pessoa o atraia, o seu pênis não retém sangue suficiente para ficar ereto.

Há alguns pacientes que até conseguem a ereção, mas que a perdem rapidamente, não sendo possível manter uma relação sexual.

O diagnóstico da disfunção erétil é muito simples e o urologista pode investigar a doença.

Não existindo causa biológica para esse distúrbio sexual, o especialista recomenda um psicólogo para investigar se o bloqueio tem causas emocionais.

O que causa a disfunção erétil?

As razões mais vistas são:

  • Fibrose dos corpos cavernosos, que pode ser chamada de Doença de Peyronie;
  • Problemas psicológicos (baixa autoestima, ter sido molestado, bloqueio devido a crenças religiosas, desentendimentos entre o casal, traumas, etc.);
  • Cigarro e álcool;
  • Cirurgias pélvicas;
  • Problemas neurológicos;
  • Medicamentos demais;
  • Doenças hormonais ou vasculares.

Muitas vezes, o paciente pode dizer ao especialista se tem histórico de alguma das condições acima.

Se ele não souber, serão feitos vários exames laboratoriais ou de imagem e, ainda que se ache um problema físico, é muito indicado que o paciente faça o acompanhamento psicológico.

Como o psicológico afeta a ereção

Homens que têm depressão perdem bastante do seu desempenho sexual devido à apatia que ela causa.

Quem fica ansioso com determinada ocasião ou tem ansiedade crônica também encontra dificuldades de ereção.

A ansiedade faz com que o homem esteja com a cabeça no futuro, ou seja: ainda que esteja em um momento sexual, ele não consegue “entregar-se”.

Também há casos em que o homem não consegue ter ereção por algo específico, mas se traumatiza.

Por causa do medo de “falhar” de novo, é altamente provável que a ereção não seja mesmo alcançada.

Fatores de risco

Homens de idades variadas podem ter disfunção erétil e o seu grupo de risco é composto por:

  • Quem apresenta triglicérides e colesterol altos;
  • Pessoas sedentárias;
  • Quem tem diabetes descontroladas;
  • Quem está obeso;
  • Quem tem pressão alta;
  • Quem fuma.

No caso dos homens mais velhos com disfunção erétil, é possível que se trate das consequências de outros problemas de saúde.

Dentre os mais novos, os problemas com a ereção ou a sua manutenção referem-se mais à autoestima.

É disfunção erétil ou um caso isolado?

O fato de um homem não conseguir ter ereção em dias isolados não significa um quadro de disfunção erétil: o diagnóstico só é feito se essa pessoa tem uma dificuldade crônica para manter relações sexuais.

Isso quer dizer que o homem que não tem ereção porque está preocupado com o trabalho, porque está ansioso com uma ocasião ou coisas assim não precisa procurar um urologista.

Caiu na rotina? 7 dicas para esquentar sua vida sexual novamente

Um assunto parece ser inevitável quando falamos de casais que estão há muito tempo juntos: a rotina sem graça na vida sexual. Isso quando há uma rotina, não é? Porque às vezes nem isso resiste ao tempo.

Aquela piada dizendo que a frequência de relações sexuais diminui proporcionalmente aos anos de casamento acaba tento sim o seu fundo de verdade.

Por mais que se tente evitar cair nesse redemoinho entediante do relacionamento sem sexo, os compromissos do cotidiano afetam o desejo de homens e mulheres em níveis maçantes.

Depois de acordar cedo, arrumar as crianças, levar os baixinhos para a escola, suportar as pressões do trabalho e aguentar o trânsito pesado para voltar pra casa, tudo o que a pessoa deseja é chegar em casa, tomar um banho e deitar na sua cama – para dormir.

E a partir daí ela começa se acostumar a viver sem sexo, por mais que o parceiro ou a parceira ainda tenha vontade e faça algumas tentativas de vez em quando.

Como voltar a sentir desejo sexual

Se você se identificou com esse cenário e quer voltar aos tempos áureos de transar todas as noites (ou quase todas), temos uma boa notícia. Na verdade, é mais de uma.

A partir de agora, nós vamos trazes algumas dicas úteis que você pode colocar em prática com seu companheiro ou companheira para esquentar a vida sexual novamente.

Não importa a sua idade ou quanto tempo vocês estão juntos. Basta estar disposto (a) a novas experiências para fazer a magia acontecer.

  1. Sem hora marcada

Não espere somente a hora de dormir para ter relações sexuais. Aposte em outros momentos, como antes do jantar ou após acordar. Se quiser mais ousadia, que tal levar seu amor em um motel na hora do almoço do trabalho?

  1. Sem lugar marcado

Cansou de transar sempre no mesmo lugar? Agora há pouco demos a dica do motel, mas ela ainda pode melhorar. Prepare uma viagem a dois (não precisa ser longe) e fique em um hotel ou chalé. A mudança de ambiente é um importante aliado para trazer o apetite sexual de volta.

  1. Fora do quarto

Ainda na linha dos lugares para transar, por que não fazer algum diferente em outros lugares da casa? Pode ser no chuveiro ou, melhor ainda, na banheira. Se existia alguma barreira para tirar a roupa, por exemplo, nesses lugares ela já foi por água abaixo. E já pode ser um grande incentivo para vocês.

  1. Aquela “forcinha” extra

Xtrasize Oficial

Seu parceiro não consegue se excitar mesmo que você esteja se esforçando bastante? Talvez ela possa utilizar suplementos que forneçam mais energia e vitalidade para os momentos de prazer. É mais do que normal hoje em dia. Uma quantidade considerável de homens fazem uso de pílulas para conseguir satisfazer a parceira. E elas aprovam o resultado.

  1. Massagem

Poucas coisas caem tão bem em um momento a dois quanto uma massagem inesperada. Com o toque das mãos você pode surpreender a pessoa e, quem sabe, dar início em uma noite inesquecível. Massagem é um tiro certeiro.

  1. Mudar faz bem

Procure experimentar novas posições durante a relação sexual. Existem inúmeras possibilidades para combinar dois corpos, então por que ficar sempre na mesma, não é? Sem contar que cada posição pode dar mais prazer para o casal, então vale a pena explorar essas possibilidades.

  1. Valorize o pós

Depois de aproveitar as dicas e colocar o sexo “em dia”, lembre-se de aproveitar também os momentos sucedentes da transa. Procure abraçar, acariciar e beijar seu amor.

Demonstre a ele que você se sentiu bem e fale quanto foi bom para você. Essa prática pode ser um incentivo para que novas experiências possam acontecer e esquentar ainda mais a vida sexual do casal.