Gloog  
Respostas · Local · Imagens · Vídeos · Notícias
    
Procurar palavra-chave em:          
Answer Search  


quais direitos da mulher na separação?


Estou querendo me separar do meu marido,mas ele diz que como eu nunca trabalhei não tenho direito a nada.
Não acredito que após quase 4 anos de relacionamento vou ter que sair de mãos abanando e sem ter pra onde ir.
Alguém sabe dizer quais direitos eu tenho??
Não temos filho e como já disse não trabalho...
casamos com comunhao parcial de bens
não estou interessada em nd dele....
sei q tenho direito de algo...só q ele diz q não,pq eu nunca trabalhei...
estou correndo atras de arrumar um trabalho,mas ele não deixa nem eu ir fazer entrevista qnd aparece...
e me separar pra ir morar embaixo da ponte não da...
é triste...mas infelizmente sou totalmente DEPENDENTE dele...mas nao por opção...

vou continuar procurando respostas...
  • 20 Março 2010

Melhor resposta - Escolhida pelo autor da pergunta

no yahoo respostas... tem certos usuarios que mesmo respondendo errado respostas apos respostas não mudam seu posicionamento mesmo não sendo respaldado por nada ... Não tendo lei não tendo nenhum posicionamento ... o que me deixa mais intrigado que eles não leem as respostas dos outros e não fazem uma pesquisa uma procura para ver se estão respondendo corretamente...

NÃO INTERESSA SE VC. TEVE EMPREGO FORMAL OU NÃO OBSTA AO SEU DIREITO DE MEAÇÃO... OU seja trocando em miudos
vc. tem direito a 50% dos bens adquiridos na constancia do casamento mesmo não tendo trabalho formal (Pergunta gerenciar um lar (o que incute geralmente a mulher não é trabalhar?)
... e pensão alimenticia para esposa... só no caso de vc. provar que não tem serviço e precisa de um tempo para se reposicionar no mercado de trabalho ... esse tempo vai variar dependendo da sua idade... do seu grau de instrução e do entendimento do juiz...

QUANTO AS INFORMAÇÕES ADICIONAIS...O MELHOR E VC. MARCA A ENTREVISTA DE EMPREGO E CONVERSAR COM ELE NA BOA... MAS COM CONVICÇÃO... E INFORMAR PRA ELE QUE PRETENDE TRABALHAR... E QUE SE ELE NÃO DEIXAR VC. IR NA ENTREVISTA DE EMPREGO PRETENDE ACIONAR A JUSTIÇA ATRAVEZ DA LEI MARIA DA PENHA... ai minha fia... ele vai ver como as coisas funciona ok !! .. MAS PENSA BEM SE É ISSO MESMO QUE VC. QUER porque pela lei MARIA DA PENHA ... depois de defragada alguma denuncia a delegacia é -O-B-R-I-G-A-D-A ir até o final da denuncia ...não adianta ir lá e pedir pra para o processo... IMPEDIR A PESSOA DE SAIR DE CASA TAMBÉM É VIOLENCIA....
  • resposta em: 21 Março 2010

  • aprovada em: 26 Março 2010

Outras Respostas (15)

  • Se vcs se casaram com comunhão total de bens vc tem direito a metade.
    • 20 Março 2010
  • independente do tipo de comunhão e você provar que ele nuca deixou você trabalhar fora você tem direito a uma pensão alimentícia. a partilha dos bens depende do tipo de comunhão que vocês tem.
    • 21 Março 2010
  • Cada caso é diferente, mas, no geral os direitos do cônjuge (marido ou mulher) que não tem como se sustentar são esses:
    1) Pensão:o valor deverrá já inclui as despesas materiais: roupa, medico, dentista, aluguel.
    2) Ele terá que paga-la ao seu filho e a você;
    3) Divisão, em partes iguais, dos bens adquiridos após o casamento.
    4) a guarda dos filhhos não é um direito da mulher, mas, em geral, ela poderá ficar com a guarda, mesmo que compartilhada. Isto por que a maioria dos homens não se sentem aptos a cuidar das crianças.
    5) Se mudou de nome e, se quiser, tem o direito de voltar a usar o n ome de soteira.

    Boa sorte
    • 21 Março 2010
  • A lei não diferencia os cônjuges. Homem e mulher tem os mesmos direitos e deveres. No regime de Comunhão Parcial de Bens, todos bens adquiridos após o casamento, são do casal e no caso de separação deverão ser partlhados.
    Não trabalhar não é pressuposto de indigência, já que pela lei TODOS devem trabalhar, mas vc se conseguir provar que as atividades do lar lhe tomavam tempo integral, pode ser que consiga. amor "Mãos abanando "signifiaca que vc quer auferir vantagens de uma união que se findou. Nenhum cônjuge tem o "direito à indenização" por amor perdido. Consulte o seu advogado pois se seu marido não tiver uma situação financeira que possa arcar com a manutençaõ própria, e de vc, fatalmente o juiz vai indeferir o seu pedido. Vai a luta e chega de se escorrar em ex-marido. Vc tem que TRABALHAR
    • 21 Março 2010
  • no yahoo respostas... tem certos usuarios que mesmo respondendo errado respostas apos respostas não mudam seu posicionamento mesmo não sendo respaldado por nada ... Não tendo lei não tendo nenhum posicionamento ... o que me deixa mais intrigado que eles não leem as respostas dos outros e não fazem uma pesquisa uma procura para ver se estão respondendo corretamente...

    NÃO INTERESSA SE VC. TEVE EMPREGO FORMAL OU NÃO OBSTA AO SEU DIREITO DE MEAÇÃO... OU seja trocando em miudos
    vc. tem direito a 50% dos bens adquiridos na constancia do casamento mesmo não tendo trabalho formal (Pergunta gerenciar um lar (o que incute geralmente a mulher não é trabalhar?)
    ... e pensão alimenticia para esposa... só no caso de vc. provar que não tem serviço e precisa de um tempo para se reposicionar no mercado de trabalho ... esse tempo vai variar dependendo da sua idade... do seu grau de instrução e do entendimento do juiz...

    QUANTO AS INFORMAÇÕES ADICIONAIS...O MELHOR E VC. MARCA A ENTREVISTA DE EMPREGO E CONVERSAR COM ELE NA BOA... MAS COM CONVICÇÃO... E INFORMAR PRA ELE QUE PRETENDE TRABALHAR... E QUE SE ELE NÃO DEIXAR VC. IR NA ENTREVISTA DE EMPREGO PRETENDE ACIONAR A JUSTIÇA ATRAVEZ DA LEI MARIA DA PENHA... ai minha fia... ele vai ver como as coisas funciona ok !! .. MAS PENSA BEM SE É ISSO MESMO QUE VC. QUER porque pela lei MARIA DA PENHA ... depois de defragada alguma denuncia a delegacia é -O-B-R-I-G-A-D-A ir até o final da denuncia ...não adianta ir lá e pedir pra para o processo... IMPEDIR A PESSOA DE SAIR DE CASA TAMBÉM É VIOLENCIA....
    • 21 Março 2010
  • Nathalia, após o casamento, os conjugues, em caso de separação tem direito a 50% de todo bem adquirido durante o relacionamento, independente de como seja esta união. Quando ao fator pensão alimentícia é mais delicado, pois depende de vários fatores, mas acredito que você não fará juiz á este beneficio, pois como você não tem filhos, não ha motivo para pensão. O que acredito que você possa sugerir ao seu advogado é uma ajuda de custo, para poder manter-se enquanto não arruma emprego. Esta ajuda, somente o juiz poderá dar um prazo, por exemplo, ele (juiz) pode propor ao seu futuro ex-marido que lhe auxilie por 5 meses com 30% do que ele ganha. Neste período, você tem que se recolocar profissionalmente e, caso contrario, após este período, boa sorte.
    Você foi infeliz na frase mãos abanando, pois da a impressão de interesse.
    Mas sinceramente, como você diz que esta querendo se separar, isto quer dizer que ainda estão juntos, espero que seja somente uma crise, que em breve passara e você voltara aqui no YR nos convidando para a festa dos seus 5 anos de casada...
    Boa sorte!!!!
    • 21 Março 2010
  • Na comunhão parcial de bens, todos os bens adquiridos após o casamento são divididos igualmente entre os cônjuges. Assim, na separação, vc terá direito a 50% de tudo o que foi adquirido após a união, mesmo que esteja no nome de somente um de vcs. A menos que o seu ex-marido consiga provar que vc não contribuiu em nada para a aquisição deste patrimônio. Neste caso, infelizmente vc realmente sairá sem nenhum bem.

    Não entram na divisão os bens particulares de cada um (aqueles que cada um já tinha quando se casaram), nem os bens adquiridos por herança e nem os bens comprados com o dinheiro da venda de um bem particular de um dos dois.

    Quanto a pensão, vc só terá direito se provar que não tem condições de trabalhar, devido a problemas de saúde, ou se seu marido nunca permitiu que vc trabalhasse. Nesse último caso, vc pode conseguir uma pensão provisória, talvez por um ano, até vc se restabelecer no mercado de trabalho. Uma mulher saudável e apta ao trabalho deve prover seu próprio sustento sem precisar da ajuda de ninguém, pois os tempos de convivência em nada influenciam sobre os direitos dos ex-cônjuges.
    • 21 Março 2010
  • bom é assim amiga quer vc tenha trabalhado ou não voçê tem direito a 50% de tudo que vcs adquiriram depois de ter ficado juntos mesmo que não fossem casaos no papel após 2 meses de convivencia juntos vc ja passa a ter direitos. porem tem algumas coisas na qual vc deve ficar mais esperta tipo assim se vcs tem casa propia vc em nenhuma circunstancia de ve sair de casa pois ele podera alegar que vc abandonou o lar e ai vc perde seu direito, entao faça de tudo para que ele saia e na mesma hora va a delegacia e registre um b.o como ele saiu de casa, é bom tambem vc registrar as converssas em que ele se nega a dividir as coisas, vc pode ir ao forum de sua cidade e pedir um advogado, porem vcs terao que dividir ate os talheres da casa e cada um fica com uma coisa.
    haaa e quanto ao fato de vc nunca ter trabalhado não tem nada a ver, amiga pois após o casamento o marido tem a obrigaçao de manter a casa e sustentar a esposa. então fique tranquila!!!
    boa sorte.
    • 21 Março 2010
  • olha seu casamento foi no mesmo regime que o meus parcial de bens, indepedente ou nao de você ter filhos ou nunca trabalho você tem direitos nos seguintes casos:
    1 - Neste regime aplica-se o seguinte o que ele tinha antes de casar em nome dele será totalmente dele, mas é preciso provar em documento pois vai confrontar com a data da certidao de casamento.
    2 - Se ele constriu uma casa, comprou carros, imoveis e etc. meio a meio ou seja 50% de cada, não importa se voce trabalhou de carteira assinada ou não, pois teoricamente voce não trabalhou para cuidar da casa e dele.
    3 - Em momento algum sai de casa ou seja deixar a casa.
    4 - Nao assine nada sem um advogado, para isto caso não tenha condições prucure a assistencia social da sua cidade e ela indicar.
    5 - Saiba que tem um artigo em ele pode até pagar um auxilio a você até encontrar um emprego, entao corra atras e não se deixe enganar.
    • 21 Março 2010
  • Amiga.....vc tem direito a uma pensão dele....enquanto tiver desempregada....mas não por muito tempo....o juiz ira estipular esse tempo.....Mas se vc se divorciar....tente fazer uma atividade...é muito legal...nós mulheres sermos independentes ter nosso proprio dinheiro...Qdo me divorciei estava desempregada e o juiz perguntou se eu queria pensão eu recusei....e fui atras dos meus sonhos e consegui..!...r.s...Com uma filha para criar....batalhei e sou vencedora...Se for uma pessoa igual a mim....terá sucesso na vida...Boa sorte
    • 21 Março 2010
  • Existem várias questões que são levadas em conta em um processo de separação, Procure um advogado!
    • 21 Março 2010
  • Voce tem direito sim!

    Tudo que foi adquirido da data do casamento até o momento da separaçao podem por lei ser dividos em partes iguais ou de comum acordo.
    Após a separaçao ou antes nao poderá ser dividido nada.
    E caso voce nao tenha condiçoes de trabalho ou meios de sobrevivencia, voce poderá tentar junto com a separaçao alegar que voce nao tem meios próprios de subsistencia e daí entao ele poderá até pagar uma pensao pra voce,
    Agora referente a criança nao precisa nem dizer que ela tem direito a pensao alimentícia né?!

    Caso nao tenha como voces ficarem mais juntos voce pode recorrer a justiça que voce terá os direitos sim, mas vai aqui um conselho, nao discuta sobre meios legais ou justiça com ele, pois assumo que somos machistas e ele jamais assumirá os seus direitos.
    E caso aceite mais um conselho, lá vai; nao dê ouvidos aquelas pessoas que te induzem ou te induzirão a pegar tudo dele, pois são pessoas como essas que num processo dificil da vida que é a separaçao, que nos amargam,
    A separaçao é dura, entao fique longe desses parasitas, voce precisa reconstruir a sua vida, "RECONSTRUIR" entao fique longe dessas pessoas, ou senao nao de ouvidos a esses conselhos.


    Espero ter ajudado.
    • 22 Março 2010
  • você tem direito a metade de tudo que ele tem, carros, casa, terrenos... enfim, tudfo o que estiver quitado no nome dele, você tem direito a metade. Após a separação não terá direito a pensão, pq não tem filhos.

    Mas, você diz que qdo aparece entrevista, ele não deixa você ir??? Que isso?? em que século vive?? Ele te confina em casa, te mantem em cárcere privado??

    Busque ajuda, na delegacia da mulher ou alguma outra instituição, isso que ele faz não é justo.
    Também vá ao forum da sua cidade e procure a vara da família, eles tem assessoria gratuita lá. Se informe, vá viver a vida mulher!
    • 22 Março 2010
  • Acho que metade...
    • 22 Março 2010
  • Tem direito a metade dos bens, pois é comunhão parcial de bens., . Proucure um advogado publico (gratuito)
    • 23 Março 2010