Gloog  
Respostas · Local · Imagens · Vídeos · Notícias
    
Procurar palavra-chave em:          
Answer Search  
   Empregos:
 Gerente de Banco - Novos Negócios
 Coordenador de Viagens - Setor Corporativo
 Representante Comercial Externo
 Operador de Atendimento Receptivo
 Designer Gráfico Júnior

 COMPARTILHE ESTE LINK:


Como conviver com uma pessoa Sociopata?


Bom dia,
Sou casa a 4 anos e agora que descobri que meu marido é uma pessoa sociopata.
Gostaria de saber como lidar com esse problema, porque não estou aguentando mais, e eu tenho dó de deixar meu marido.Eu gostaria de poder ajuda-lo sem que ele perceba, entende?
Eu estou sofrendo muito e nao sei o que fazer.
Obrigada.
  • 05 Maio 2009

Outras Respostas (3)

  • Olha, ja passei por esse caminho, e vou t avisar, q vc só tem duas saidas, ou fica louka ou infelismente separa, pq ñ se descobriu cura ou tratamento p/ a sociopatia, na verdade, evidências sugerem q a terapia piore o caso, pq eles a usam p/ aprender + sobre vulnerabilidades humanas q poderão ser posteriormente por eles exploradas, eles aprendem a manipular melhor e a se desculpar melhor, são egoistas, tem falta de consideração com os sentimentos dos outros,eles possuem um egocentrismo exageradamente patológico, emoções superficiais, teatrais e falsas, pobre ou nenhum controle da impulsividade, mentem exageradamente sem constrangimento ou vergonha, manipulam dolosamente seus familiares e parentes, quando os sociopatas descobrem q seu teatro já está descoberto, eles são capazes d darem a falsa impressão d arrependimento, falseiam q mudarão "daqui ñ obstante eles são artistas na capacidade d disfarçar d forma inteligente suas características d personalidade, na vida social, o sociopata costuma ter um charme convincente e simpático p/ as outras pessoas e, ñ raramente, ele tem uma inteligência normal ou acima da média, depois d 2 anos tentando, separei e tive q fazer tratamento (quase pirei), é uma guerra realmente dificil, boa sorte amiga...se precisar estarei por aqui, se vc enfrentar, vai precisar desabafar, sempre, sempre...
    • 05 Maio 2009
  • O Transtorno de Personalidade Anti-Social, vulgarmente chamado Sociopatia, é um transtorno de personalidade descrito no DSM-IV-TR, caracterizado pelo comportamento impulsivo do indivíduo afetado, desprezo por normas sociais, e indiferença aos direitos e sentimentos dos outros. A psicopatia, bastante próxima do transtorno de personalidade anti-social, em geral, é mais severa que este. Na Classificação Internacional de Doenças, este transtorno é chamado de Transtorno de Personalidade Dissocial (Código: F60.2). Indivíduos com este diagnóstico são usualmente chamados de sociopatas. é uma psicopatia generalizada: aversão de udo e á todos.


    [editar] Critérios Diagnósticos pelo DSM-IV-TR (Código: 301.7)
    A. Um padrão pervasivo de desrespeito e violação aos direitos dos outros, que ocorre desde os 15 anos, como indicado por pelo menos três dos seguintes critérios:

    Fracasso em conformar-se às normas sociais com relação a comportamentos legais, indicado pela execução repetida de atos que constituem motivo de detenção;
    Tendência para enganar, indicada por mentir repetidamente, usar nomes falsos ou ludibriar os outros para obter vantagens pessoais ou prazer;
    Impulsividade ou fracasso em fazer planos para o futuro;
    Irritabilidade e agressividade, indicadas por repetidas lutas corporais ou agressões físicas;
    Desrespeito irresponsável pela segurança própria ou alheia;
    Irresponsabilidade consistente, indicada por um repetido fracasso em manter um comportamento laboral consistente ou honrar obrigações financeiras;
    Ausência de remorso, indicada por indiferença ou racionalização por ter ferido, maltratado ou roubado outra pessoa.
    B. O indivíduo tem no mínimo 18 anos de idade.

    C. Existem evidências de Transtorno de Conduta com início antes dos 15 anos de idade.

    D. A ocorrência do comportamento anti-social não se dá exclusivamente durante o curso de Esquizofrenia ou Episódio Maníaco.

    Importante notar que o termo anti-social, na psiquiatria, não significa (como rotineiramente costuma ser entendido) um tipo de inibição social, timidez ou o facto de ser introvertido/reservado, mas sim, atitudes contrárias às regras da sociedade. Nesse caso de timidez ou ser introvertido ou reservado na psiquiatria contemporânea o termo usado é conduta defensiva.



    Aguenta alguém assim?

    Meus parabéns.
    • 05 Maio 2009
  • REALMENTE VÇ ESTÁ COM UM PROBLEMÃO. O SOCIOPATA SÓ SE TORNA AGRESSIVO MEDIANTE UM CONSTRANGIMENTO, ELE JAMAIS VAI ADMITIR UM ERRO EM TODA A SUA VIDA. NÃO SABEM DIFERENCIAR AMOR E ÓDIO, MORTE E VIDA, PRA ELES Ñ EXISTE SENTIMENTOS. ISSO É COMPROVADO CIENTIFICAMENTE, O SISTEMA LÍMBICO, QUE FICA NO CÉREBRO DO PSICOPATA É MAIS ATIVO DO QUE EM PESSOAS NORMAIS, NÃO TEM CURA. SE VC SABE A INTENSIDADE DA SUA SOCIOPATIA PROCURE O PSIQUIATRA E PEÇA ORIENTAÇÃO. BJS E BOA SORTE.
    • 05 Maio 2009