Dor na relação sexual

Maca PeruanaOi, tudo bom? Você conhece alguém que tem dor na relação sexual? Então. Dor na relação sexual é muito chato. Até porque o sexo tem que estar ligado a prazer, à cumplicidade, erotismo… Sexo tem que sempre ser bom.

A dor na relação ou Dispareunia acomete cerca de dezoito por cento das mulheres brasileiras. Isso é um verdadeiro transtorno. As mulheres ficam psicologicamente muito abaladas. Muitas ficam em depressão. E muitas acham até que não tem solução. Infelizmente, existem várias causas que podem levar à dor sexual. Uma delas talvez você já conheça.

O vaginismo, que é aquela contração exacerbada da vagina. Uma outra causa é a Vulvogínia, que é dor e ardência na vulva. A endometriose é uma das causas também de dor na relação sexual. Além disso, a atrofia vaginal, que pode ocorrer na menopausa. Aquele ressecamento da vagina. E também pode ocorrer no pós-parto, quando a mulher está amamentando. Tanto na menopausa quanto no pós-parto, são por questões hormonais. E por isso ocorre esse ressecamento. E a cistite intersticial. Também conhecida como síndrome da bexiga dolorosa.

A mulher vai toda hora ao banheiro esvaziar a bexiga porque ela sente dor. Imagina isso na relação. Que transtorno! Horrível, né?
Mas isso tem solução. Você sabia que a fisioterapia pode ajudar? É… através de várias técnicas, a fisioterapia pode relaxar essa musculatura, melhorar a qualidade de vida dessas mulheres. E o mais importante: a mulher vai se conhecer mais. A gente usa alguns recursos para isso, como o Biofeedback, a Electroanalgesia, a terapia manual e exercícios.

Se conhecendo mais, a mulher fica mais feliz. E o sexo volta a ter o que ele sempre tem que ter: prazer.

Como chegar ao orgasmo estimulando o Clitóris

Vamos falar de um tema muito bacana que são algumas técnicas para atingir o orgasmo estimulando o clitóris. A primeira coisa, vamos entender o que é o orgasmo. O orgasmo ele é um pico de prazer ele é o clímax da relação sexual ou do estímulo sexual se você tivesse se tocando sozinha, se masturbando. Ele começa assim, com um desejo, uma vontade com aquela fome que eu falo de sexo, de prazer você vai ter um período de excitação em que você vai ter a lubrificação em que se faz sentir algumas contrações musculares na sua pélvis, no seu quadril né e às vezes em outros lugares como perna, barriga e tal. Você vai sentir o seu coração começando acelerar e quando você atingir o orgasmo você vai sentir uma contração mais forte e involuntária, é como uma cãibra só que boa tá?!

Você vai sentir aquela contração que você não controla que é involuntário, além da sua vontade e é uma sensação muito prazerosa é uma descarga de toda a tensão que vai sendo acumulada durante o processo de excitação. Durante esse processo você vai  sentir provavelmente alguns tremores no corpo, o coração vai acelerar tem mulheres que sentem contrações na região da vagina, do ânus, as vezes nas pernas, pés, barriga tá bom?! Então você vai ter todo esse conjunto de sensações.  Depois do orgasmo em geral você tem uma sensação de bem-estar de mais calma. O coração, o suor, tudo vai passando então o corpo vai voltando ao normal. Então a ideia aqui é o que? Atingir o orgasmo chegar nesta sensação de prazer. Pra entender também o que que a gente vai fazer, primeiro você tem que entender o que é o clitóris. O clitóris fica posicionado na parte traseira, detrás da vulva, ok?! O que você vê? Você vê a pontinha do clitóris aqui fora, tá?!

É aqui que você tem acesso ao clitóris de uma maneira mais fácil, mais direta, indiretamente através da penetração você também acaba estimulando o clitóris, porque envolve por fora assim o canal da vagina. Então quando você tem a penetração você também
está estimulando o clitóris, portanto, todo o orgasmo seja começado na área externa seja começado com a penetração na área interna é provocado pelo clitóris, os nervos da pélvis vão levar toda essa informação para o cérebro, o cérebro vai falar ai que bom isso daí, ai que prazeroso e tal e vai mandar todos os sinais de orgasmo de prazer pra você.

Basicamente é assim que funciona o teu corpo para o prazer e o orgasmo isso é bem importante de entender. Qual é a melhor maneira de estimular o clitóris? A maneira mais fácil e acessível é estimular o clitóris por fora então você vai começar a identificando onde ele está. Pega um espelho, coloca o espelhinho na frente da sua vulva, senta, observa a sua anatomia. Procura identificar onde está o seu clitóris. Embaixo dele você vai ver a uretra, que é por onde sai o xixi e abaixo da uretra você tem o canal da vagina a abertura da vagina que é onde há a penetração. E para aqueles mais desavisadas, porque isso acontece, é por onde saem os bebês.

Qual a melhor maneira?

Primeiro você precisa esquentar o clitóris, tá?! Então se você já vai diretamente com o dedo lá ou com a boca ou com a língua, como você vai se estimular, com o vibrador, ele é muito sensível e se ele não está aquecido, lubrificado, pode até doer então inicialmente procure fazer contornos em volta do clitóris, use um lubrificante. Se você estiver num sexo oral então for ter a saliva ali quentinha mas pede pra ir em volta do clitóris, não vai diretamente. Conforme vai aquecendo, a excitação vai subindo ele vai ficando mais agradável de ser tocado. Num segundo momento, também toque em outras regiões da vulva explore a vulva, explore os grandes
lábios, explore os pequenos lábios tá?!

Então procura ampliar o máximo de sensações possíveis você pode ajudar esse movimento contraindo e soltando também os músculos da vagina para ajudar a bombear sangue para a região para deixar o clitóris ainda mais sensível para deixar tudo mais sensível. Em segundo momento, quando você pára de explorar tudo, é encontrar um ritmo de movimentos, uma sequência que seja gostosa agradável. Então as vezes você pode pressionar o clitóris, circular, fazer movimentos mais leves por cima dele, outros com mais pressão, mais fortes, tá bom?!

Você vai experimentando e sentindo o que te agrada mais, o que te excita mais.

O que acontece com muitas mulheres? Elas começam este processo, esquentam o clitóris depois começa a excitar, fazer todo o movimento ali. E aí chega um momento em que chega, fica perto do orgasmo fica quase lá e aí perde a concentração, pensa em outra coisa, perde a excitação e não sabe mais o que fazer. Isso é completamente normal se você perder essa excitação no meio da masturbação, no meio da relação é só voltar a se concentrar, tá?!

É normal perder a concentração principalmente quando você está próxima de chegar ao orgasmo. Em relação aos movimentos o
que você pode fazer para ajudar a não perder a concentração: você escolhe um ou dois movimentos e mantém eles igualzinho, ou seja, circula e aperta por exemplo ou esfrega sempre no mesmo ritmo na mesma velocidade, tá?!

Então quando você está chegando ou se aproximando é aquele momento que você fala pra pessoa olha, não para, continua assim fica desse jeito, não faz nada, nem se mexe, né?! Por que? Porque no começo é bom variar bastante nessa primeira fase do orgasmo que você está esquentando, variar seus estímulos ajuda a se excitar. Mas quando você está quase chegando lá variar muito distrai, perde a concentração e aí você perde a excitação também, tá bom?!

Então quando estiver quase chegando lá (essa é a dica de ouro na sua masturbação ou no sexo oral) se o teu parceiro está te masturbando, te tocando, é continuar assim fica aí e mantém um ritmo igualzinho, uma pressão igualzinha o movimento igual ao que você tenha escolhido até o final até chegar no clima. Basicamente é isso. Claro que existem várias técnicas, centenas de outras técnicas mas você entendendo esse passo a passo, esse começo, meio e fim do orgasmo, e quais são os tipos de movimentos e ritmos que se adequam melhor a cada fase, que facilitam para que você vá caminhando de uma fase a outra fica muito mais fácil e aí fica mais, também, tranquilo de você entender o que está acontecendo com o teu corpo.

A psicologia dos hormônios

Falamos em outro artigo sobre o que são os hormônios. Como prometido, hoje vamos falar sobre a relação entre hormônios, o que sentimos e o que fazemos. A endocrinologia comportamental é uma área que investiga os efeitos dos hormônios no sistema nervoso de animais powerblue. Os cientistas dessa área estudam vários seres vivos, mas vamos nos focar aqui nos humanos.

Níveis de testosterona

A primeira conclusão importante dessa área é que a relação entre hormônios e comportamentos é bem complicada. Sim, hormônios influenciam alguns comportamentos, mas vários comportamentos também influenciam a liberação de hormônios no nosso corpo. Por exemplo, em uma pesquisa com casais heterossexuais os cientistas concluíram que praticar sexo aumentou os níveis de testosterona muito mais do que os níveis prévios de testosterona impactaram as atividades sexuais.

Outra pesquisa envolveu medir os níveis de testosterona de torcedores brasileiros e italianos do sexo masculino antes e depois da final da copa de 1994. A partida foi muito disputada e decidida nos pênaltis. O principal jogador da Itália na época, Roberto Baggio, chutou pra fora e o Brasil se tornou tetracampeão.

Depois da partida, os torcedores brasileiros apresentaram maiores níveis de testosterona do que os italianos em comparação com os níveis medidos antes da partida. Outra conclusão dessa área é que dificilmente um hormônio é a única causa de um comportamento. Na verdade, os hormônios podem influenciar a probabilidade de alguém agir de certa forma em um contexto apropriado, assim como muitas outras coisas também podem influenciar. Além disso, a ação de um hormônio pode ser impactada por outros hormônios também.Níveis Testosterona

Toda essa “dança química” se desenrolando por detrás das cortinas costuma resultar em um equilíbrio no nosso corpo e nas nossas ações. Mas às vezes a dança não termina muito bem. Existem evidências de que alguns transtornos mentais podem estar relacionados com irregularidades hormonais, tais como o transtorno de personalidade borderline e a depressão, power blue efeitos colaterais. Só que ainda estamos longe de uma conclusão mais precisa e confiável sobre isso por várias razões.

Um outro exemplo de como hormônios e comportamentos podem estar ligados é o caso da ocitocina, veja. Esse hormônio se relaciona com vários comportamentos associados à reprodução e à afiliação, tais como o cuidado parental, a ligação afetiva com outras pessoas e várias outras coisas. Uma pesquisa indicou que casais recém formados tinham níveis mais altos de ocitocina do que pessoas que não tinham um parceiro romântico e os níveis permaneceram estáveis ao longo de 6 meses.

Hormônio do AmorEsses níveis de ocitocina foram capazes de prever não apenas o comprometimento e o afeto atual entre os pombinhos como previu bem até quais casais permaneceram juntos 6 meses depois. Mas por mais interessantes que sejam todos esses dados sobre os hormônios, ainda restam muitas perguntas sem respostas.

Por exemplo, será que a ocitocina é a causa por detrás de tudo isso ou ela foi apenas uma consequência da paixão inicial entre as pessoas? Como já falamos em outro artigo, o fato de existir uma associação entre duas coisas não indica que uma cause a outra ou vice-versa.

Então pra termos maior clareza sobre o papel de alguns hormônios nos comportamentos são necessárias mais pesquisas. Independente disso, sabemos que os hormônios também são muito importantes para o desenvolvimento humano e influenciam quem nos tornaremos desde que somos um feto dentro do útero das nossas mães. Especialmente durante fases como a adolescência, por exemplo, e a menopausa também no caso das mulheres, os hormônios podem impactar muito os nossos comportamentos, mas vamos falar melhor disso em outros artigos.

Como criar desejo nas mulheres

sintonia sexualVocê já ouviu falar em carisma sexual? Todo mundo que vai falar sobre sedução sempre vai bater nas mesmas teclas: como ter assunto, linguagem corporal, boa aparência, sociabilidade e essas coisas de sempre. Mas eu não eu quero trazer uma coisa diferente
esse canal aqui fala sobre espiritualidade ao mesmo tempo em que ele fala sobre a relação com mulheres e você já parou para pensar em que ponto o desejo, o erotismo, o sexo e espiritualidade se encontram?

Eu acredito que pensamentos são energia que nós emitimos energia e trocamos energia com as outras pessoas eu e você estamos trocando energia neste momento, eu e você estamos em uma sintonia eu e você somos amigos há muito tempo e agora nós vamos trocar uma ideia por acaso você já teve a sensação de pensar “esse artigo é a minha cara, apareceu na hora certa”? Sabe o que é isso? Sintonia, conexão entre duas consciências se todo o pensamento é energia, pela lógica o desejo sexual também é uma energia, certo?

Sim, existe uma energia sexual. Eu sempre digo que técnicas de sedução e persuasão funcionam, mas até certo ponto, porque quando duas pessoas estão se conhecendo, estão interagindo, seja um flerte entre um homem e uma mulher ou uma simples amizade, elas estão sempre trocando uma energia. Não se pode ignorar que ao mesmo tempo em que o homem está conquistando uma mulher
tem alguma coisa acontecendo no contexto espiritual, acredite ou não,  mas o que eu quero falar aqui é especificamente sobre a energia sexual.

Energia Sexual

Energia SexualTodo mundo tem uma energia sexual em um contexto holístico, esotérico, espiritual, chame como quiser, confira. E paralelo a isso a um nível físico temos a produção de testosterona e hormônios que nos fazem sentir atração pelo sexo oposto, ao mesmo tempo que está sendo produzido energia sexual pela parte espiritual, pela parte física está sendo produzido hormônios e ao mesmo tempo que esses hormônios vão gerar um cheiro forte na pele, eles vão gerar a atração sexual no sexo oposto. É claro que você não pode depender
disso como uma estratégia de conquista, mas ao estar em um local com uma mulher que você já tem intimidade, que já está próximo dela tudo isso vai te fazer ser percebido como um homem sexual. Isso vai ativar os instintos dela.

Mas voltando aqui a falar da energia sexual, sabe por que existe tanta putaria e promiscuidade no mundo? Max Potent Bula, é por causa de uma repressão, religião cultura, os nossos pais, nossos professores e a mídia sempre nos disseram nas entrelinhas de que o sexo é errado, é sujo, é impuro e a gente sabe que não é. E em uma tentativa inconsciente de se libertar desses paradigmas aconteceu uma onda
gigante de putaria. Imagina um cachorro preso na corrente tentando correr, ele corre a corrente segura ele aí do nada a corrente arrebenta e ele sai correndo, é mais ou menos isso.

Se não tivesse existido uma repressão, isso nível universal, todo o sistema sexual do ser humano seria diferente. Esse energia sexual está sendo produzida em nós o tempo inteiro e ela precisa fluir livremente. Acontece que tem algumas pessoas que têm bloqueios sexuais e impedem a passagem dessa energia. Pense em uma usina hidrelétrica que tem um grande fluxo de água, aí você vai lá e bloqueia a passagem de água, então fica lá acumulando e chega um ponto em que acumula tanto que ela explode. A pressão da água faz ela explodir, seria mais ou menos assim e a nossa energia sexual quando explode e não flui livremente causa os transtornos sexuais: vício em sexo, pornografia, ejaculação precoce, estupro, disfunção erétil, libertinagem, putaria e prostituição.

Se essa energia sempre fluísse livremente, coisas assim não existiriam. Não me entenda mal, eu não estou falando que você deve fazer sexo com qualquer pessoa sem estar nem aí, isso significa você ver o sexo de uma maneira natural e não como algo moralmente errado.

Você já deve ter percebido duas coisas:

1. quando está com testosterona explodindo e está muito tempo sem fazer sexo parece que a única coisa que tem na sua cabeça é sexo,  nesse ponto você está exalando energia sexual, parece que você sai na rua e as pessoas te olham de maneira diferente, parece até que olham com desejo sexual. Quando você está com muita vontade, você comunica isso “espiritualmente” para as pessoas ao seu
redor, porque você exala essa energia sexual em uma linguagem mais vulgar: você está nos CIO.

2. outra coisa que pode perceber o seguinte:

Vamos supor que você acabou de fazer sexo com a sua namorada e aí você sai na rua ou vão mercado, neste momento pós sexo a sua energia sexual está fluindo livremente, ela está expandida e as outras mulheres vão te olhar de uma maneira diferente, mesmo que você esteja com a sua namorada do seu lado. Essa energia sexual  está exalando, eu nem estou levando em conta a energia
sexual da sua namorada. Os fluidos que ficam no pós sexo, o cheiro de sexo, os hormônios e nem mesmo a testosterona alta pelo simples fato de você estar do lado de uma mulher. Se você está achando meio difícil entender por se tratar de um assunto diferente, eu vou tentar simplificar.  Nós temos dois fatores aqui: o fator espiritual e o fator fisiológico.

O fisiológico é a testosterona, são os nossos hormônios. Já o lado espiritual é a nossa energia sexual. Se tratando do fisiológico é nada mais do que você confiar no próprio cheiro e no próprio corpo como poder de atração sexual, é entender isso e usar isso ao seu favor e se tratando do espiritual é entender que tem uma energia sexual fluindo que não pode ser reprimida.

Quando você quer uma mulher e quando está naquele processo de conquista, direciona a sua energia sexual pra ela, direciona o seu desejo para ela, certamente você já ouviu dizer que o primeiro passo para fazer uma mulher sentir desejo por você é você sentir desejo por ela antes.  Isso que eu acabei de falar é o carisma sexual, e você pode direcionar isso para as pessoas eu não posso mentir para você e te mostrar técnicas para construir carisma sexual.  O carisma não sexual não se trata de técnicas e métodos é apenas um entendimento e entendendo as coisas vão acontecer por conta, na verdade, elas já estão acontecendo só que você não sabe, a energia sexual já existe, você só precisa direcionar essa energia para alguma pessoa, nada disso aqui é lógico é tudo subjetivo.

Você precisa pegar bem nas entrelinhas. Eu entendo  que você gostaria de uma dica mais prática, mas o mais prático que eu posso te falar é que o carisma sexual se torna uma sub-comunicação, que comunica que você é uma pessoa sexual que ativa os instintos da mulher. A mulher simplesmente tem você como um homem sexual. Muitas mulheres têm bloqueios sexuais e por mais que exista toda essa libertinagem vai chegar na hora e ela vai apresentar bloqueios, o carisma sexual é o que vai eliminar esses bloqueios, é o que vai fazer com que tudo aconteça naturalmente aliás, já está acontecendo por conta desses bloqueios, faz com que o homem tenha que “convencer” a mulher faz com que o homem veja o sexo como um prêmio, como algo difícil, como se ele tivesse que ser conquistado ao invés de acontecer naturalmente, o carisma sexual faz com que tudo isso seja normal faz com que tudo isso aconteça naturalmente.  Falar sobre sexo te ajuda a saber como manter o pênis ereto por mais tempo.

 

Aumente seu desejo sexual no casamento

Todos os casais precisam que sua vida sexual esteja ativa para que eles convivam em perfeita harmonia. Todos nós, seremos humanos, precisamos de uma saúde sexual boa para viver bem. Se o seu relacionamento começou agora provavelmente você ainda não tem problemas sexuais graves agora se você já está casado ou namorando a muito tempo precisa tomar cuidado para que sua relação não entre em um ponto critico por conta do sexo. Sem dúvida, quando o assunto é saúde sexual muitas pessoas correm do assunto.

Aumente sua disposição

como comprarAlguns comprimidos foram criados pela indústria farmacêutica com o intuito de atender aos casais que sofrem desses problemas sexuais. Eles trazem uma melhoria considerável quando o assunto é  vida sexual. Alguns homens precisam começar o tratamento muito cedo, abaixo dos 40 anos. Porém problemas de ereção e ejaculação precoce atormentam mais de 50% dos homens brasileiros.

Outras formas de ajudar casais a combaterem problemas sexuais é utilizando-se de programas anti stress. Ai vale fazer um esporte que você goste, praticar atividades físicas. Ir ao cinema, passear no shopping, curtir finais de semana na praia ou no campo e sair com os amigos pode ajudar a fazer com que o casal entre em sintonia novamente.

Uma dieta bem feita também faz com que o homem produza mais testosterona e dessa forma sinta mais desejo por sua parceira. Alguns alimentos fazem com que a testosterona aumente o desejo do homem por sua mulher.

Já do lado feminino o que afeta as mulheres é a menopausa, após os 40 anos, quase todas as mulheres perdem o libido e desejo sexual por seus maridos e parceiros. A alimentação também pode ser uma grande aliada nessa hora. Além disso reposições hormonais e medicamentos naturais podem ajudar na hora de combater a menopausa e a falta de libido.

Dicas para esquentar sua vida sexual

  • Saia da rotina: procure novos lugares para ir
  • Frequente motéis: Isso poderia ter sido incluso no item acima
  • Surpreenda seu parceiro: As vezes uma mensagem no meio do dia pode esquentar as coisas
  • Procure um médico: Fazer tratamento para combater falta de libido, menopausa e problemas de ereção e ejaculação não é vergonha para ninguém. Se você tem se sentido mal em relação a sua vida sexual procure ajuda médica

Exercícios para melhorar sua leitura

Zen Power X PreçoOlá. Quer aprender dois exercícios rápidos e fáceis pra você melhorar sua leitura na hora? A nitidez das letras pra ler? Isso vai te ajudar tanto de perto quanto de longe. Vamos lá! Então, a gente vai fazer dois exercícios. Eu sou terapeuta ocupacional, trabalho com a saúde natural da visão e queria te dizer que esses exercícios são fáceis, naturais, práticos de fazer, que aguçam a saúde, o foco dos seus olhos de forma natural. Sem contra indicação. Sem efeito colateral.

Os dois exercícios que a gente vai fazer agora, você vai precisar de um livro, algum papel com letras. O que você preferir. Só pra você realmente fazer junto comigo e sentir os efeitos. Se você não tiver nada de livro em mãos, você pode fazer com a própria palma da mão. Tá bom? Então, se você tá vendo e não tem nada escrito perto de você, você pode fazer com a própria palma da mão.

Por que esses exercícios melhoram a visão?

Porque eles vão ativar o foco, a mácula. Vão alongar e contrair o seu cristalino, a lente natural do seu olho, que faz o seu foco.Isso vai ajudar você a focar tanto de perto, quanto de longe. A gente vai fazer
esse exercício perto, mas você fazendo, praticando, perto também vai ajudar a sua visão de longe. Ok? Vamos lá? Então, o que que a gente vai fazer com essa folha? Com essa página? Esse aqui você vai fazer com a folha, tá bom? O próximo que eu vou te dizer, você pode fazer tanto com as folhas quanto com a palma da sua mão. Esse não dá pra fazer com a palma da sua mão, mas, enquanto a gente vai olhando aqui as letras, você pode olhar os detalhes da palma da sua mão também. A mais ou menos a distância de um palmo da sua visão. Tá bom? Com a palma da mão. Se você estiver com alguma letra, alguma folha, você coloca, mais ou menos, a uns 20 ou 30 centímetros da sua visão. Tira os óculos, tira lente de contato. Ok? Esse exercício sem óculos, sem óculos. Você vai fazer o quê? Você vai virar o livro ou a folha de ponta cabeça. Então, você pode até colocar um pouquinho mais perto se precisar, um pouquinho mais longe, mas não encosta muito e nem leva muito longe.

Tenta manter uma distância média. E você vai ler de ponta cabeça, piscando, percorrendo as letras. Então, pegue uma letra de um tamanho que você consiga ler sem óculos. As vezes precisa aproximar um pouquinho. As vezes precisa afastar. As vezes a letra precisa ser grande. Está tudo bem. Você vai piscar, percorrer e tentar entender o que você está lendo. Entende o que você tá lendo. Entende a nitidez das letras agora. Vai piscando, passando por cada letra. A hora que acabar uma frase, passa pra frase de baixo. Percebe como é isso.

Pra você conseguir ler essa letra que você está nas mãos de ponta cabeça, você precisa percorrer letra por letra. Porque, se não, você não consegue formar palavra. E aí você está estimulando a mácula. A mácula que é a visão dos detalhes. Você tá olhando letra por letra. E esse é o segredo pra você ler melhor, melhorar sua leitura. Ler letra por letra. Vira agora de novo pra posição normal o livro ou a folha que você tá usando. Percebe que quando você vai ler agora você tem a tendência de ler letra por letra.

E isso vai deixando a letra mais nítida, mais preta no papel mais branco. Se você estiver lendo letra preta no papel branco. Então, quando você estiver fazendo alguma leitura, de tempos em tempos, vira de cabeça pra baixo. Por isso que não dá pra fazer com a palma da mão, né? Não adiantaria. É só com letra mesmo. Leia a letra com a folha de cabeça pra baixo. Isso vai estimular a sua mácula e você acaba até piscando mais, né? E respirando mais. Respira, pisca e não força os seus olhos. Tá bom? Um outro exercício você vai fazer. E agora dá pra fazer também com a palma da mão. Nosso segundo exercício desse post é o seguinte: você vai pegar esse papel, ou então a palma da sua mão, e vai colocar assim grudado nos seus olhos. Grudado no seu nariz. E você vai tentar ler essa folha sem forçar os seus olhos, só que com a folha encostada em seu nariz. Bem encostada mesmo. Piscando. Você vai sentir
uma pressãozinha no centro da testa. A letra vai ficar toda embaçada mesmo. Mas vai percorrendo
letra por letra. E você vai mudando o livro de lugar. Fica mais um pouquinho. Passa pra uma outra letra. E a mesma coisa com a palma da sua mão se você estiver fazendo com a palma da sua mão.

Encosta sua mão no nariz e vai percorrendo os detalhes da palma da mão. E aí você volta na posição normal, volta a folha na posição normal, e percebe como ficou a sua visão. Principalmente se você tem vista cansa, presbiopia, hipermetropia, esse exercício é fantástico. Muitas pessoas sentem diferença na hora mesmo. Quando volta a folha, a visão fica mais nítida. O que que a gente fez aqui? A gente trabalhou a sua convergência. A gente convergiu os seus dois olhos. Então, além de a gente trabalhar essa musculatura externa, a gente trabalhou o seu cristalino.

Lembra que eu falei que a gente ia trabalhar a lente natural do seu olho? Convergiu o cristalino. E quando volta, ele volta mais flexível e mais potente pra dar o foco. Então, você pode fazer isso várias vezes. Você volta um pouquinho, lê e pode repetir.

Traz de volta aqui, bem pertinho do seu nariz e depois volta. Tá bom? Esse é um exercício fantástico que você pode fazer. Faz sem óculos para estimular a sua convergência natural. Pra estimular a visão do seu cristalino. Mesmo que você não tenho cristalino e que você já tenha feito a cirurgia de catarata, é fantástico esse exercício também porque vai trabalhar com a sua musculatura externa e trabalhar o seu foco pra perto, né? E, principalmente se você fez a cirurgia de catarata e colocou a lente intraocular que enxerga melhor de longe, você vai ter dificuldades pra ver de perto.

Então, esse exercício vai ajudar muito a ver de perto, mesmo se você já fez a cirurgia de catarata. E também pra outros problemas visuais. E também pra prevenir que você perca a capacidade de leitura com o passar dos anos. Porque você vai exercitar toda a musculatura.